Remédios: Doenças de pele: qual o melhor tratamento para a psoríase? (Parte 1)

Posted on

A psoríase pode ser vulgar, invertida, gutata, eritodérmica, ungueal, artropática, postulosa e palmo-plantar, por exemplo.

Alcatrão mineral a 1% em pomada: Deve ser utilizado diariamente nas lesões de psoríase. É mais raro aparecerem na região das dobras (axilas, virilha, dobra cubital), mas isso pode acontecer e caracteriza a psoríase invertida, ou seja, o inverso da forma clássica. O melhor é aceitar a doença, seguir o tratamento e procurar conviver socialmente como qualquer outra pessoa faria. A psoríase palmoplantar (nas mãos e nos pés) pode causar: Certas mudanças de estilo de vida podem aliviar o desconforto na mão, pés e a psoríase das unhas. O tratamento tópico tradicional nas palmas das mãos e nas solas dos pés inclui: As combinações desses três agentes podem funcionar melhor do que usar apenas um deles. Psoríase pustulosa nas palmas das mãos e solas dos pés Os tratamentos tópicos para a psoríase pustulosa, como cortisona e produtos com alcatrão e carvão, são geralmente a primeira terapia. O médico também pode prescrever: A acitretina (Neotigason) pode ser uma solução a longo prazo para a psoríase pustulosa. Outros tratamentos tópicos podem ser eficazes no tratamento da psoríase nas dobras da pele, por exemplo: No entanto, os derivados de alcatrão e antralina também podem irritar. O principal sintoma da psoríase invertida é o surgimento de manchas vermelhas lisas e vermelhas em locais com dobras de pele, como virilhas, axilas ou debaixo das mamas, por exemplo.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Psorex Creme e Pomada

  • Não escamosa,
  • Com escamas muito claras.

Aplicar pequena quantidade do creme ou pomada sobre a região afetada.

Precauções A absorção pode ser aumentada se Psorex® Creme ou Pomada for usado com bandagens. 04/07/2013 A psoríase é uma doença crônica da pele, caracterizada por inflamação e hiperproliferação das células da camada mais superficial, podendo provocar lesões extensas por todo o corpo. São 7 os principais tipos de psoríase (há outros ainda): psoríase em placas, psoríase gutata, psoríase invertida, psoríase eritrodérmica, psoríase ungueal, psoríase pustulosa e artrite psoriática. – Psoríase invertida: Nesta forma, as lesões surgem predominantemente em áreas de dobras, como axilas, virilhas, glúteos, seios e região genital. A psoríase invertida causa lesões avermelhadas, mas sem descamação, sendo muitas vezes confundida com lesões fúngicas ou bacterianas. – Psoríase ungueal: O acometimento das unhas pela psoríase, seja das mãos como dos pés, pode ocorrer isoladamente ou acompanhada pelas lesões de pele. – Psoríase pustulosa: A psoríase pustulosa é uma forma incomum que se caracteriza pelo aparecimento rápido de lesões avermelhadas, dolorosas e com pústulas (bolhas com pus) em sua superfície. Nas formas mais brandas, o tratamento pode ser feito por via tópica, ou seja, com medicamentos aplicados diretamente sobre a pele, sejam em loção, creme ou pomada. Este tratamento caseiro não exclui o tratamento indicado pelo dermatologista mas pode ser útil para complementar, de forma natural, os seus efeitos sob a psoríase.

Esta forma de psoríase pode ser tratada usando cremes tópicos ou luz ultravioleta (UV).

  • escore PASI igual ou inferior a 10;
  • acometimento igual ou inferior a 10% da superfície corporal; ou
  • DLQI igual ou inferior a 10.

A doença não tem cura, porém existe tratamento, que pode ser feito com uso de cremes e pomada.

Oximax pode ser indicado… Rifocort pomadaRifocort pomada é indicado para no tratamento de infecções externas causadas por microrganismos sensíveis à Rifamicina, em adultos e crianças. Nas doenças de pele, o corticoide é tópico, ou seja, em cremes ou pomadas. Mesmo os corticoides em pomada ou creme podem ser absorvidos pelo organismo de forma suficiente para provocar efeitos colaterais, caso o seu uso seja por tempo prolongado. Pacientes que fazem uso de corticoides em cremes e pomadas por longo tempo também podem apresentar efeitos indesejados na pele, como atrofia, estrias, teleangiectasias e manchas roxas. Eu tenho esse creme em casa ‘steamcream’, isso é ruim para pele psoríase ou não? Didaticamente, podemos classificá-la em 5 tipos: vulgar (placas), gutata, eritrodérmica, pustulosa e artropática. Tabagismo Associado a maior desenvolvimento de Psoríase (forma pustulosa palmoplantar), principalmente em mulheres. As áreas de dobras (Psoríase invertida) e a Psoríase eritrodérmica têm eritema mais intenso e menor grau de descamação. O acometimento articular na Psoríase não é comum (10 a 20% dos casos) e está mais frequentemente associado às formas graves de Psoríase (pustulosa e eritrodérmica).

Doenças de pele: qual o melhor tratamento para a psoríase?

  • Baixas doses de retinoides orais e
  • UVB ou UVA.

Pustulosa localizada Erupção pustulosa por drogas, eczema disidrótico, micose vesicobolhosa dos pés e mãos, dermatose pustulosa subcórnea.

Acitretina é muito eficaz nos casos de Psoríase extensa, particularmente na Psoríase pustulosa e eritrodérmica. Tipo de Psoríase: gutata à fototerapia + tratamento de infecção estreptocócica se associada; eritrodérmica ou pustulosa à drogas sistêmicas; placas (casos leves/moderados) à tópicos; (casos extensos) à fototerapia ou drogas sistêmicas. Gravidade do caso: casos de Psoríase pustulosa generalizada e Psoríase eritrodérmica podem requerer internação com necessidade de cuidados intensivos. Tabela 6: Efeitos colaterais das principais drogas utilizadas no tratamento de Psoríase Corticoide tópico Atrofia cutânea, telangiectasias, púrpura, hipertricose, erupções acneiformes. Algumas drogas não devem ser usadas pelo paciente com Psoríase: corticoide sistêmico (piora relacionada a suspensão), anti-inflamatório não-hormonal, betabloqueadores, antimaláricos, lítio e IECA. A psoríase pustulosa generalizada pode causar febre, calafrios, coceira intensa e fadiga. Se for necessário o uso de Psorex® pomada em crianças, recomenda-se que o tratamento deve ser limitado a apenas alguns dias e revisado semanalmente. Se Psorex® pomada for utilizado no tratamento de psoríase é importante que você seja cuidadosamente supervisionado pelo seu médico. Aplicação na face É indesejável a aplicação de Psorex® pomada na face, pois esta área é mais suscetível a alterações atróficas (afinamento da pele).

A psoríase pode ocorrer em qualquer local, mas ocorre mais frequentemente no fundo das costas, cotovelos, joelhos, mãos e escalpe.

Os supositórios, enemas, pomadas e cremes estão disponíveis para utilização em caso de tratamento da coceira anal. pomada é indicado para o tratamento tópico da psoríase vulgar. pomada é contraindicado em pacientes com psoríase eritrodérmica, exfoliativa ou pustulosa. Sistema endócrino pomada contém um esteroide potente e, portanto, deve-se evitar o tratamento concomitante com outros esteroides. Descontinuação do tratamento Quando a psoríase é tratada com corticosteroides tópicos pode existir o risco de psoríase pustulosa generalizada ou de efeito rebote quando o tratamento é interrompido. Outros usos Não há experiência com o uso de pomada na psoríase gutata. Durante o tratamento com pomada os médicos devem recomendar aos pacientes que limitem ou evitem exposição excessiva à luz natural ou artificial. No tratamento da psoríase pode haver o risco de psoríase pustulosa generalizada. As reações adversas ao medicamento que foram relatadas por mais de 2 % dos pacientes no grupo do pomada foram prurido (5,8 %) e psoríase (5,3 %).

Lave bem as mãos imediatamente após usar pomada, para evitar que acidentalmente a pomada se espalhe para outras partes do corpo (especialmente o rosto, a boca e os olhos).

Para um melhor resultado, recomenda-se não tomar banho imediatamente após a aplicação da pomada. Caso utilize pomada juntamente com gel (ou qualquer outro produto contendo calcipotriol) para o tratamento de sua psoríase, a quantidade total de calcipotriol não deve exceder 15 g ao dia. Reações raras (ocorrem entre 0,01% e 0,1% dos pacientes): psoríase pustulosa (uma área vermelha com pústulas amarelas, geralmente nas mãos e pés). O tratamento com esta pomada pode causar aumento do nível de cálcio no sangue ou urina (normalmente quando se usa muita pomada). O uso prolongado excessivo de pomada pode provocar problemas com o cálcio no seu sangue, que é normalizado quando o tratamento é suspenso. A obesidade aumenta o risco de psoríase do tipo invertida Em crianças pequenas, a psoríase pode se apresentar nas áreas da fralda. Psoríase gutata: as lesões parecem gotas Esta forma de psoríase ocorre tipicamente 1 a 2 semanas após uma infecção na garganta pela bactéria Streptococcus spp. Os corticosteróides sistêmicos (via oral ou por injeção intramuscular) podem levar à piora ou ao desenvolvimento de psoríase pustulosa e nunca devem ser usados para tratar a psoríase. Metotrexate: medicamento via oral, é um tratamento eficaz para a grave psoríase, artrite psoriásica grave, psoríase eritrodérmica ou pustulosa generalizada que não responde a agentes tópicos ou fototerapia. Retinóides sistêmicos: a acitretina pode ser eficaz para casos graves e resistentes de psoríase vulgar com envolvimento de mais de 20% da superfície corporal, nas formas pustulosa, eritrodérmica e palmo-plantar. A pele de uma pessoa também pode tornar-se resistente a diversos tratamentos ao longo do tempo, e os tratamentos de psoríase mais potentes podem ter efeitos secundários graves ou desagradáveis. Em um estudo comparativo bilateral-pareado, o furoato de mometasona creme 0,1% e o valerato de betametasona 0,1% em creme foram aplicados 2 x/dia durante duas semanas em pacientes com psoríase. Entretanto, 38% dos pacientes responderam mais favoravelmente ao furoato de mometasona 0,1% em pomada, enquanto 3% responderam melhor ao dipropionato de betametasona em pomada.